quarta-feira, 10 de março de 2010

PROJETO: ÉTICA, CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS: COMO COMBATER O BULLYING NO AMBIENTE ESCOLAR.

JUSTIFICATIVA
Quem já não recebeu um apelido ofensivo na escola? Ou mesmo sofreu na mão de um grupo de colegas brincadeiras de mau gosto no colégio? Exemplos não faltam. Práticas como essas estão bastante freqüentes nas escolas, possibilitando a falta de ética que nessa perspectiva podemos considerá-la como princípios, visto que, os seres humanos merecem respeito de seus semelhantes. Para professora Mestra Maria de Lourdes Barros, “a quebra ou ausência desse “clima ético” tem gerado nas escolas um fenômeno que se convencionou chamar de ‘bullying’ ”. Embora o termo bullying seja uma palavra inglesa e signifique valentão, brigão, ela não se refere apenas as agressões físicas, como: bater, empurrar, causar ferimentos etc, também se refere a agressões morais e psicológicas, tais quais: humilhações, zombarias, grosserias entre outras atitudes que causam constrangimentos as pessoas que sofrem esse tipo de violência.
O bullying é praticado em 100% das escolas de todo o mundo. Na maioria das vezes, ele é visto como brincadeira própria do amadurecimento da criança. Mas é devido a essa interpretação equivocada que a prática vem se alastrando cada vez mais.
Embora no Brasil esse tema seja pouco discutido nas escolas, existem alguns estados que iniciaram estudos e trabalhos voltados para o supracitado tema, entre eles São Paulo e Paraíba.
Diante do que foi exposto, pensou-se em desenvolver um projeto pedagógico com a finalidade de: a) Conversar com as turmas sobre o assunto, discutindo sobre a necessidade de se respeitarem as diferenças de cada um; b) refletir com eles sobre como deveria ser uma escola onde todos se sentissem felizes, seguros e respeitados.

OBJETIVO GERAL:
Combater o bullying através de ações interdisciplinares que possibilitem a mudança de atitudes dos alunos que o praticam dentro da instituição escolar, reduzindo dessa forma o número de violência física, moral e psicológica.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
· Promover debates sobre Bullying nas classes;
· Estimular os estudantes a fazerem pesquisas sobre o tema na escola;
· Produzir cartazes com resultado da pesquisa feita na escola;
· Criar regras de disciplina para suas próprias classes;
· Permitir que os alunos busquem soluções capazes de modificar o comportamento e o ambiente.
· Participar junto com a escola da busca de soluções quando ocorrer casos de bullying;
· Ler e compreender textos verbais e não-verbais sobre o tema bullying;
· Produzir diversos gêneros textuais abordando o tema bullying, entre eles: paródias, peças teatrais e artes visuais;
· Socializar os trabalhos desenvolvidos em sala de aula;

METODOLOGIA:

1º MOMENTO
* Será realizado a avaliação prévia do conhecimento do aluno sobre o tema “bullying”, através de questionamento informal:
-Você já ouviu falar sobre o bullying? Onde? Quando?
-Você sabe a origem dessa palavra? Por que ela é escrita dessa forma?
-Você já foi vítima de algum tipo de bullying?
- Você já parou para pensar que já pode ter sido foi autor de bullying?
*Após essa conversa informal, a turma será levada ao laboratório de informática para realização de pesquisas direcionadas:
- Origem do termo e seu significado.
-Uma conseqüência a partir da prática de bullying no ambiente escolar.

2º MOMENTO
* Será realizada num grande circulo a socialização da pesquisa realizada, com reflexões relativas ao bullying nas escolas.
* Realização de pesquisas na escola para obter dados sobre o quantitativo de pessoas que sabem identificar o bullying na escola entre elas: professores, funcionários da limpeza, secretária, técnicos escolares e alunos do Ensino Fundamental I e II.
* A pesquisa será realizada da seguinte forma:
- Os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental realizarão a pesquisa na escola. Para que não haja repetições, a turma será divida em grupos de forma que, cada grupo fique responsável por um setor, ou seja, um grupo fará a pesquisa com professores, outro com funcionários da limpeza, outro com a 5ª A, outro com a 5ª B e assim sucessivamente.
- Os dados coletados serão repassados, organizadamente, para todas as turmas, desde o 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, para que cada sala construa um gráfico com o auxílio do professor de matemática, a partir dos dados coletados, em seguida, leiam e compreendam os resultados apresentados.
- Entre os gráficos produzidos, será selecionado um para a realização da exposição no pátio/mural da escola.

3º MOMENTO
* Serão levadas para sala várias imagens que abordam o tema bullying, para que cada grupo faça a leitura e interpretação o texto visual; logo após, será realizado discussões reflexivas sobre as possíveis conseqüências que podem surgir com esse tipo de violência na escola.
* Após o momento discursivo, cada grupo ficará responsável para a produção de um gênero textual (de acordo com a distribuição feita pelo professor): paródia, peça teatral, texto narrativo, texto argumentativo, crônica, pintura em tela, etc. Depois, com o auxilio do professor de Português, será realizada as correções gramaticais, ortográficas e estruturais.
* Os textos que tem características artísticas como as peças teatrais, paródias musicais e pinturas, deverão ser orientados pelo professor de artes.

4º MOMENTO
* Promover um debate regrado com o tema: Como deveria ser uma escola onde todos se sentissem felizes, seguros e respeitados?
* Diante do aprofundamento dos conhecimentos sobre bullying, cada turma organizará, coletivamente, com o auxílio do professor de Direitos Humanos/Direito e Cidadania, um cartaz com as regras de disciplina de sua turma, depois, essas regras deverão ser comparadas com as regras gerais da escola, para que não haja incoerências.

5º MOMENTO
*Será selecionado um dia para a socialização dos trabalhos produzidos.


RECURSOS:
*MATERIAIS
- Aparelhos audiovisuais;
- Textos xerografados;
- Cartolinas
- Papel oficio;
- Tesoura, cola, hidrocor, lápis, caneta, borracha, quadro branco, pincel
*HUMANOS
- Comunidade escolar : funcionários da escola e alunos

AVALIAÇÃO:
A avaliação será realizada continuamente através da participação efetiva do corpo discente nas atividades que possibilitam a verificação da aprendizagem sobre o tema abordado e também, através da observação da mudança de atitudes dos alunos e comunidade escolar em geral.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
ARGERMON,Rafael – Bullying: Brincadeiras que ferem – Reportagem em 31/10/2008
BARROS, Maria de Lourdes da Silva – Direitos Humanos e ética na escola: breve análise do fenômeno “bullying”.
OLIBONI, Samara Pereira - O bullying como violência velada: a percepção e ação dos professores - Artigo

2 comentários:

  1. Muito bom este projeto. Parabéns! É um assunto que cada vez mais precisa ser trabalhado nas escolas. Espero que sua escola tenha sucesso com este projeto.

    ResponderExcluir
  2. adorei as suas qualidades voce esta de parabens o nosso pais precisa de mulheres assim como voce .

    ResponderExcluir